Archive for the ‘Uncategorized’ Category

A CAPELA DE NOSSA SENHORA DA PIEDADE

Maio 14, 2017

Wow

Ilhéus... com amor!

piedade3

Há 94 anos o Instituto Nossa Senhora da Piedade contribui para o desenvolvimento de Ilhéus e região, educando jovens para o convívio social. Tudo começou com o convite feito, em 1916, pelo 1º Bispo de Ilhéus, D. Manuel de Paiva, à Madre Maria Thaís Paillart para aqui fundar uma escola para meninas, já que a região, na época, carecia de educação formal.

Em 1916, as freiras ursulinas fundaram o convento da Piedade, sob a direção da madre Maria Thaís do Sagrado Coração Paillart, Provincial da Ordem no Brasil. A madre chegou a Ilhéus a bordo do vapor Jequitinhonha e, durante sua viagem, teve tempo suficiente para refletir sobre o empreendimento que iria fazer, pois não possuíam nada, nem terreno, nem recursos financeiros.

O colégio iniciou suas atividades à rua Conselheiro Saraiva, atual Antonio Lavigne de Lemos, nas instalações da diocese.

Nessa época, o casal Adelaide e José das Neves César…

View original post mais 511 palavras

Ho Ho Ho

Dezembro 27, 2016

Orgonite Quântica Lemuriana

Janeiro 27, 2016

Source: Orgonite Quântica Lemuriana

2 videos legais sobre os magyarok e Magyarország*

Julho 14, 2015

Nagyon jó videok!

HungriaMania

*[Os húngaros e a Hungria, em língua magiar]

Visitando o site do Departamento de Letras Orientais da USP sobre o Curso de Difusão Cultural de Língua e Cultura Húngara [ver AQUI], para o qual Tereza Zabo me chamou a atenção, encontrei dois videos interessantes, que compartilho abaixo.

O primeiro é uma reportagem longa, bem abrangente, sobre a imigração e a comunidade de origem húngara no Brasil, centrado sobretudo em São Paulo, porque – claro – foi lá que se estabeleceu a maior parte dos magiares da diáspora no país. Como é uma produção húngara, há muito pouca coisa em português, mas mesmo para quem não conhece a língua, as imagens contam uma história bastante rica.

O segundo é uma campanha de atração de turistas do Ministério do Negócios Externos da Hungria que – além de muito bonita – me parece muito inteligente, porque ressalta o gênio criativo e inventivo…

View original post mais 35 palavras

Profissionais que aderiram ao Código Ético do Tarot

Março 18, 2015

Profissionais que aderiram ao Código Ético do Tarot

Março 18, 2015

Codigo de Etica do Tarot

Profissionais que aderiram ao Código Ético do Tarot.

Facebook Unveils Facebook At Work, Lets Businesses Create Their Own Social Networks

Janeiro 14, 2015

Interesting article

Saiba mais sobre o Índice de Transparência

Maio 30, 2014

Saiba mais sobre o Índice de Transparência.

A Hungria 4 anos depois: volta o medo*

Abril 6, 2014

Muito oportuno e lúcido este artigo. Até que ponto os húngaros fora da Hungria estão informados dos acontecimentos?

HungriaMania

Com a ida dos húngaros às cabines de votação neste domingo (6 de abril), a imprensa internacional vem dirigindo a atenção para o governo do Fidesz, cuja re-eleição é previsível. Nos últimos quatro anos o governo Orbán tornou-se notório por revisões da história húngara, pressão sobre bancos e companhias de energia, tratamento sofrível das minorias, e limitações na liberdade de expressão.

Algo que tem faltado em boa parte da cobertura sobre a Hungria, no entanto, é o aumento do medo na sociedade húngara. Alguns poucos jornalistas húngaros tem tido a coragem de falar das suas experiências com a intimidação e a censura, especialmente na imprensa estatal, onde certos assuntos não podem ser tratados. Alguns ex-funcionários estatais, desde o ex-membro da administração do Fidesz na área da agricultura, Ángyan József, até burocratas do Banco Central têm denunciado corrupção e intolerância com opinião dissidente em todo o aparelho governamental. O Fidesz e…

View original post mais 461 palavras

Poesia nas vidraças de Debrecen*

Abril 6, 2014

Artigo muito interessante sobre uma ideia simples porém inédita.

HungriaMania

Nos últimos dias vêm aparecendo poemas e versos escritos nas vidraças de lojas, bancos, bares e instituições públicas de Debrecen, cidade do nordeste da Hungria onde morei no final dos anos 90, como alguns devem lembrar de outros posts.

Nas janelas da Escola Secundária de Música estudantes de Comunicação da Universidade de Debrecen escreveram o longo Bartók, poema de Illyés Gyula escrito em 1955 e dedicado ao célebre músico e compositor, também conhecido, sobretudo na Hungria, por sua extensa pesquisa da magyar népzene, a rica música de raiz popular magiar.

Surgiram também, por exemplo, versos de Petőfi Sándor na vitrine de uma loja de bolsas, e algumas linhas de Ady Endre decorando a vidraça de um banco. 

“Preparamos esta ação através de contatos pessoais diretos. Os proprietários de estabelecimentos comerciais receberam bem a ideia, assim como os dirigentes das instituições culturais”, afirma Vranyecz Tünde, responsável pela organização.

Imagem

 

View original post mais 112 palavras


%d bloggers like this: